24 de ago de 2015

Atenuo desacordos 
- quase sempre -
mas vivo discordando do meu eu.

2 comentários:

  1. Somos pedaços de caos noturnos que umedecem os (des) versos com essas incessantes oscilações. Pelo menos as angústias da tua existência expelem prelúdios cristalinos... como gotas de orvalho no inverno. Muito bom, Dam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. [...]e pelo menos as angústias de nossas existências podem ser somadas,divididas. <3

      Excluir