25 de abr de 2015

eu resolvi embarcar
no opaco da vida
no não lugar, no vazio existencial.





sem devaneios,
vou só. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário