11 de jun de 2012

Eu sou: Detalhe.


Eu sou ''detalhe''.
 
É bem fácil abaixar a cabeça e seguir na rua, como
se nada mais existisse ao redor de mim.
Não sei ser ''óbvia''! 

Não sei me fazer aparecer para todos.
Sei me ser, quando quero. Mas custa caro porque eu sou demais.
Por demais exagerada!
Uma sequência exata de cores em ordem alfabética e
por vezes em exatidão de existência.
Meticulosa!
Minhas particularidades surpreendem e tiram o chão!
Tiram, e já devolvem num tempo antes estabelecido.
Eu por exemplo: Sou o rascunho de mim, modéstia parte
muito bem desenhado, e quase sempre, por mim.
Eu reparo! Não só as arestas em busca da perfeição,
mas, reparo as minucias que me envolvem e faço delas
história.
Contudo, consciente do meu ''apesar''... tão desastrada que sou,
eu guardo os rascunhos e me guardo em um relicário.... assim não há
chance de ''eu'' me perder em algum detalhe por ai.
Tão pequena que sou: Detalhe!

2 comentários:

  1. Eu posso dizer o quanto os meus detalhes falam por mim. Adorei sua escrita.

    http://pitadadecinema.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, muito bem escrito o texto. Quem dera eu conseguir me descrever assim. Acho isso algo impossível para mim. Parabéns!

    Abraço.

    ResponderExcluir