9 de fev de 2012

Arco e Flecha

Que há comigo?
Que me contorno a todo instante e tenho culpa de me ser?
Mudo, inovo e torno a me ser..
Por quê, assim nasci ?
Se não devo assim ser ?
Me espelho em mim.
Sou meu reflexo e trago meus carmas comigo!
O que justamente eu  sou, é o que me impede de ser o que sou.
Meu carma, minha flor, meu sangue, meu signo.

Sou inteiramente FOGO!



Um comentário: