21 de set de 2012

Setembro



Sempre me causou interesse essas premeditações levianas, tomadas por um leve espirito de suposta novidade,  que o antevir dos meses trazem consigo. Nos entregamos automaticamente ao desconhecido. Esperamos certos por uma surpresa que nenhum dia da semana se propôs a fazer. É como se o inicio do mês estivesse em dívida conosco, com os nossos anseios. Promessas nunca feitas mas que se cumprem para alguém... os inícios e suas certezas, suas esperanças.
É justamente essa certeza do que virá - não se sabe como mas de alguma vem - que nos torna fiéis apostadores. Acreditamos em dias mágicos, em magia.

Hoje, chegou setembro, vamos acreditar.


4 comentários:

  1. Começo que não é começo, só mais um mês e nada mais, aliás tempo é ilusão.

    ResponderExcluir
  2. Agora as pessoas tem disso, colocar a culpa do "não deu certo" ou "não aconteceu" no mês que se acaba e a esperança de tudo dar certo e acontecer, no mês que se inicia. Mas a verdade é que só vai dar certo ou só vai acontecer, se tiver que ser e o inicio do mês pouco ou nada tem a ver com isso. Devemos arriscar sempre, independente da semana, dia ou hora, o que vale são as oportunidades. Pense nisso!

    Gostei do Blog. Abraço e sucesso!

    ResponderExcluir
  3. Expectativas... elas sempre vão existir!

    ResponderExcluir
  4. E daqui a pouco chega a primavera... os dias costumam ser ainda mais bonitos - e é um bom momento para viajar!

    ResponderExcluir